O aplicativo é uma plataforma de vídeo on-line onde as pessoas podem compartilhar seus problemas um com o outro, ele permite ainda que o usuário permaneça anônimo ou público, como  preferir. O app se destina especialmente às pessoas que sofrem com problemas, vícios e dependências mentais, mas os usuários podem criar grupos de apoio à outras questões. 

Huddle é um aplicativo que permite que pessoas se juntem e compartilhem seus problemas com pessoas que já passaram ou ainda passam por situação parecida.

O aplicativo é uma plataforma de vídeo on-line onde as pessoas podem compartilhar seus problemas um com o outro, ele permite ainda que o usuário permaneça anônimo ou público, como  preferir. O app se destina especialmente às pessoas que sofrem com problemas, vícios e dependências mentais, mas os usuários podem criar grupos de apoio à outras questões.

Já existem atualmente diversos aplicativos de terapia por meio de videochamada para este público, porém muitas vezes há uma resistência em se expor e falar os problemas abertamente na internet. Por isso, o Huddle dá o poder dessa escolha ao usuário, caso ele não deseje ser identificado, basta deixar o vídeo pixelizado. Caso o usuário se sinta seguro e confiante, basta retirar o efeito dos pixels da imagem.  Além disso, para garantir maior privacidade e segurança, o app também gera nomes de usuários aleatórios, de modo que os nomes reais dos usuários não são expostos.

Seu objetivo principal é proporcionar um ambiente seguro para que pessoas com os mais diversos problemas, possam compartilhar e se conectar com outras pessoas que passam ou já passaram pela mesma situação, afim de criar um lugar de ajuda mútua e reduzir ou até mesmo dizimar os impactos destes problemas.

A Huddle recentemente recebeu um aporte de financiamento-semente de U$ 1,2 milhão da Thrive Capital – uma empresa de capital de risco de Nova York – para aumentar a equipe moderadora da comunidade e oferecer acessos à recursos de tratamentos.

O app foi lançado na última semana para a plataforma iOS, a plataforma Android deverá disponibilizar o aplicativo até o final deste ano.

Fonte: BusinessInsider

Leave a Comment